INOV é Parceiro no Projecto UE: Improver

voltar

Desastres naturais e crises de grande escala estão a afetar infraestruturas críticas com uma frequência crescente, como resultado tanto de uma exposição básica como das dependências entre infraestruturas.

Devido a custos proibitivos, o paradigma da proteção contra eventos extremos está em expansão e agora também abrange o paradigma da resiliência. Além de fortalecer e proteger os sistemas; o objetivo de desenho de sistemas estão agora a ser definido, e planeamento de resposta está a ser levada a cabo, a fim de facilitar uma rápida recuperação de infraestrutura na sequência de um incidente de grande escala.

Com uma sociedade europeia interligada, países e infraestruturas dependem cada vez mais dos seus vizinhos, tanto em condições normais de funcionamento como em caso de incidente. E não existe uma metodologia europeia comum para medir a capacidade de resiliência ou para a implementação de conceitos de resiliência, e diferentes países e setores utilizam suas próprias técnicas. Também não há, uma abordagem system-of-systems bem desenvolvida e partilhada que seria capaz de testar os efeitos das dependências e interdependências entre infra-estruturas críticas e sectores. Isso aumenta o risco como resultado da dependência que temos das infra-estruturas críticas, bem como afeta a capacidade de partilha de recursos para o planeamento de incidente devido à falta de uma terminologia comum ou meio de expressar risco.

 O objetivo geral do IMPROVER é melhorar a resiliência das infraestruturas críticas europeia a crises e catástrofes, através da implementação de combinações de conceitos de resiliência sociais, organizacionais e tecnológicas para os exemplos da vida real de importância pan-europeu, incluindo exemplos transfronteiriços. Esta aplicação será activada através do desenvolvimento de uma metodologia baseada em técnicas de avaliação de risco e será apoiada por uma avaliação dos impactos positivos de diferentes conceitos de resiliência em infra-estruturas críticas. A metodologia será intersectorial e fornecerá dados muito necessário para a normalização da segurança das infra-estruturas.

 

Parceiros:

DANSK BRAND- OG SIKRINGSTEKNISK INSTITUT FORENING - Denmark

INSTITUT NATIONAL DE L ENVIRONNEMENT ET DES RISQUES INERIS - France

UNIVERSITY OF LEICESTER - United Kingdom

SP FIRE RESEARCH AS - Norway

INOV INESC INOVACAO - INSTITUTO DE NOVAS TECNOLOGIAS - Portugal

UNIVERSITY COLLEGE LONDON - United Kingdom

Euro-Mediterranean Seismological Centre - France

UNIVERSITETET I TROMSOE - Norway

JRC -JOINT RESEARCH CENTRE- EUROPEAN COMMISSION - Belgium

 

Veja Também

voltar



Rua Alves Redol, 9 - 1000-029
Lisboa - Portugal