SiiP passa teste de campo final

voltar

No seu teste de campo final, a 22 de novembro em Lyon (França), o Speaker Identification Integrated Project (SiiP) demonstrou eficazmente as suas capacidades inovadoras enquanto sistema de identificação de falantes independente da língua, alvos de suspeita por parte das autoridades.  

Através da utilização de bases de dados de áudio reais, o Serviço de Polícia Metropolitana do Reino Unido e a Polícia Judiciária Portuguesa demonstraram como é possível identificar indivíduos desconhecidos, falando diferentes línguas, em áudios obtidos em redes sociais ou legalmente intercetados, utilizando uma fusão de marcadores-chave como género, idade, idioma e sotaque.

Este evento nas instalações da INTERPOL contou com a presença de 110 investigadores e especialistas na área de identificação de falantes e de ciências forenses, de analistas de informação e de investigadores policiais de mais de 50 países.

O INOV está envolvido em várias fases do projeto SiiP desde a definição dos requisitos do utilizador final e requisitos do sistema, a definição de casos de uso, à prova de conceito e integração. Suportando também a fase de validação e teste do sistema, o INOV foi ainda responsável pelo desenvolvimento de um Simulador de Telecomunicações de Interceção de Chamadas instalado nas instalações dos Carabineri (Itália) e da Policia Judiciária (Portugal).

O projeto europeu SiiP decorre desde maio de 2014 até abril de 2018, juntando um consórcio de 19 parceiros que desenvolvem esta tecnologia de ponta em identificação de falantes para apoiar as agências de autoridade a identificar vozes de indivíduos.

voltar



Rua Alves Redol, 9 - 1000-029
Lisboa - Portugal