LIDAR e Optoelectrónica

voltar

O objectivo deste projecto (enquadrado pelo programa Fundo Florestal Permanente – FFP) está centrado no desenvolvimento de técnicas para a monitorização remota do estado vital das espécies arbóreas florestais, em particular na sequência de incêndios florestais. 

O INOV tem vindo a desenvolver, construir e testar sistemas inovadores de deteção de incêndios florestais ou em meio industrial baseados no princípio do LIDAR (LIght Detection And Ranging).

Neste método, um impulso de radiação laser intenso e de curta duração é emitido através da atmosfera. Quando encontra um obstáculo sólido ou uma pluma de fumo parte da radiação é retrodifundida. Esta radiação retrodifundida é captada por um telescópio e analisada por métodos adequados, que permitem identificar e localizar o alvo. Estes métodos de deteção são designados por métodos ativos, por oposição aos métodos passivos, baseados em análise de imagem vídeo ou infravermelho. As suas vantagens em relação a estes últimos são uma relativa independência das condições atmosféricas, possibilidade de funcionamento noturno, possibilidade de localização do incêndio e excelente capacidade de rejeição de falsos alarmes.

O sistema utiliza um avançado método de redes neuronais para distinguir as assinaturas das plumas de fumo associadas a incêndios de outros fenómenos. Os detetores de LIDAR podem ser utilizados por si próprios ou associados a detetores vídeo (videovigilância) o que permite associar as vantagens das duas técnicas de deteção. Neste sentido, foram desenhados detetores em que a câmara vídeo partilha o sistema ótico do LIDAR e em que a análise de imagem é utilizada para uma primeira deteção, sendo o LIDAR utilizado para confirmar o alarme (reduzindo a probabilidade de falsos alarmes) e localizar precisamente o fogo.


Mais recente tem vindo a ser desenvolvido um método de estudo do estado do sistema vegetativo das plantas por fluorescência provocada por radiação coerente ou incoerente. Este sistema irá ser utilizado na avaliação do impacto dos incêndios florestais no coberto vegetal.

 

 

voltar



Rua Alves Redol, 9 - 1000-029
Lisboa - Portugal